terça-feira, 9 de junho de 2009

QUEM É O ALUNO DO EJA?


INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A EJA

1- Você se matriculou em um CURSO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA).

Esse curso tem a equivalência do Ensino Fundamental.

As pessoas que estudam na EJA procuram um curso diferente. A maioria trabalha, tem família, muita responsabilidade, não pôde estudar na escola na época da infância e da adolescência. Algumas pessoas tiveram um passado difícil e não puderam concluir o ensino fundamental na idade apropriada. Portanto, a proposta da E.J.A. tem que ser diferente e adequada ao seu grupo.

Podem se inscrever pessoas a partir de 15 anos.

O curso está organizado em dois segmentos:

Primeiro Segmento – equivalente à alfabetização e às quatro primeiras séries do Ensino Fundamental (1ª à 4ª série).
Segundo Segmento – equivalente às quatro últimas séries do Ensino Fundamental (5ª à 8ª série).

2- O Certificado e histórico do II segmento de nosso CURSO eqüivalem aos da 8ª. série do Ensino Fundamental da escola regular.

3- A carga horária do curso, por segmento, é de, no mínimo, 800 horas de efetivo trabalho e cada dia letivo corresponde ao máximo de 4 (quatro) horas-aula.

Carga Horária Mínima Anual por Segmento: 800 horas-aula, sendo:
I – 75% em caráter presencial – 600 horas
II – 25% em caráter não-presencial – 200 horas

Horas-aula efetivamente trabalhadas são aquelas em que o aluno participou com interesse do que foi planejado e demonstrou qualidade através de sua dedicação e esforço em produzir cada vez melhor. Elas não são iguais às horas de freqüência. Ou seja, se você estiver presente e não participar com qualidade nas atividades, você não acrescenta horas de curso para efeito de sua certificação.
A sua turma é orientada por um professor, chamado de professor-orientador e também recebe assessoria de professores das diversas áreas do conhecimento.

4- Durante o Curso você realiza pesquisas em pequenos grupos.

Estas pesquisas originam-se a partir de problemáticas do interesse e necessidade dos alunos.
A partir do planejamento coletivo semanal e diário das aulas podem-se propor realizações de diversas estratégias diferentes, tais como: cursos, oficinas, palestras por professores e pela comunidade, confraternizações, saídas pedagógicas, estudos dirigidos, atividades esportivas etc.
Nosso trabalho tem como princípios a relação interpessoal, o aprender, o diálogo, o respeito, a solidariedade, a autonomia, a responsabilidade, o compromisso social, a socialização do conhecimento, a politicidade, a dialética, a complexidade, as singularidades, as multiplicidades, a sustentabilidade do planeta e a totalidade do conhecimento.
Procura-se motivar voce todos os dias para a leitura, pois lendo, escrevendo, ouvindo, falando, debatendo e fazendo trabalhos em função dos objetivos planejados, você vencerá.

5- Saberes trabalhados durante o curso

· saber identificar e avaliar suas necessidades de conhecimento atuais buscando soluções.
- Quando problematiza. Quando responde sobre o que estudar, o que aprender com justificativa.
Quando debate as dificuldades e avanços nas atividades realizadas; quando realiza atividades de auto avaliação com responsabilidade.
· saber identificar, avaliar, valorizar e exercer seus direitos e deveres como cidadão.
- Quando debate as regras de convivência, regimento, direitos e deveres, leis em sala de aula. Quando promove ações na busca de direitos. Quando realiza objetivos. Quando se responsabiliza por ações e tarefas.
· saber ler e se expressar com clareza, concisão, coerência, autonomia e fundamentação nas diversas formas de expressão humana.
- Quando nas diversas situações de pesquisa se debate e se pratica produção de material que representa uma ou algumas das diversas formas de expressão: língua portuguesa, matemática, artística... Podem ser textos de vários tipos, dramatizações, representações, apresentações, soluções matemáticas etc... Quando a partir de conceitos e ferramentas matemáticas se elabora equações capazes de colaborar na solução dos problemas específicos.
Por conceitos e ferramentas matemáticas pode-se citar: as operações básicas com números inteiros, decimais e fracionários, o cálculo de porcentagens, juros, regras de três, emprego dos sistemas de medidas, a construção de gráficos, o uso de incógnitas.
· saber formar e conduzir projetos individualmente ou em grupo.
- Quando realiza os diversos projetos em todas as suas etapas. Quando nas diversas etapas da realização dos projetos produz análises e sínteses.
· saber analisar situações e relações da vida real com autonomia, buscando as causas e soluções de forma ampla, interligada e sustentável.
- Quando procura aprofundar a análise dos objetos de pesquisa na tentativa de superar a noção de senso comum sobre o assunto. Quando se expressa nos debate fundamentando suas opiniões.
· saber polemizar e teorizar verbalmente e por escrito.
- Quando se discute os diversos pontos de vista respeitando as diversas opiniões. Quando fundamenta através de argumentos coerentes as próprias idéias. Quando demonstra saber ouvir e demonstra compreensão sobre o que o interlocutor pretende transmitir. Quando escreve sobre o que debateu, expressando as diversas opiniões com suas respectivas argumentações.
· saber cooperar, participar de uma atividade coletiva e compartilhar liderança.
- Quando participa de atividades em grupo. Quando assume e divide responsabilidades. Quando consegue interagir e realizar atividades com diferentes grupos de pessoas.
· saber construir e estimular organizações do tipo democrático.
- Quando pratica atividades que exigem consenso, voto. Quando participa de organização de atividades coletivas sociais (desportivas, culturais, religiosas, escolares). Quando busca o respeito pela opinião de todos, buscando o consenso ou a decisão pelo voto. Quando participa de atividades com agrupamentos heterogêneos em faixa etária, sexo, escolaridade, opiniões, raça, credo... Quando procura superar conflitos com tranqüilidade e objetividade. Quando conclusões e ações são propostas e realizadas nos projetos refletindo solidariedade e respeito aos direitos humanos.
· saber conviver criticamente com regras, questioná-las e elaborá-las.
- Quando debate, aprova, cumpre e modifica regimentos escolares, projetos pedagógicos, projetos em geral. Quando questiona leis e demonstra estratégias para reforma das mesmas.
· saber buscar e receber criticamente os meios de comunicação.
- Quando realiza estudos, debates, projetos diversos buscando e trazendo material bibliográfico variado. Quando analisa as diversas informações obtidas e demonstra perceber os interesses e objetivos de quem escreve.

6- A avaliação dos trabalhos

A avaliação é feita para a melhoria de todo o processo educacional.
O que quer dizer isto? Quer dizer que ela é processual, permanente, dialógica e registrada de várias formas todos os dias. As análises são realizadas para que o seu trabalho seja sempre o melhor possível.
Avaliamos os trabalhos apresentados nos diários individuais; nos portfólios individuais; nos cadernos pessoais; nos cadernos de assessoramento das pesquisas; nos cadernos de turma; nas produções textuais das aulas e dos projetos; nas socializações parciais e finais dos trabalhos, nos pareceres descritivos do conselho de classe, nas auto-avaliações, nas atas das assembléias deliberativas, reuniões e encontros pedagógicos; durante os assessoramentos dos professores nos pequenos grupos de pesquisa e em outros diversos instrumentos de avaliação criados conforme os interesses e necessidades.
A intervenção dos professores nesta avaliação é fundamental para a reorientação e o redimensionamento do processo. Os professores procuram perceber as dificuldades e ajudar efetivamente na superação delas, seja com orientações individuais ou em grupo, seja com palestras para a toda a classe.

7- Horas não presenciais

São aquelas previamente planejadas no núcleo com professores e alunos e que são realizadas fora do horário escolar.
Professores e alunos deverão combinar a forma de apresentação e avaliação dos resultados das produções nestas horas.
Sugestões de atividades que podem ser consideradas horas não presenciais:
· Participação em atividades sociais, culturais e esportivas na comunidade (mutirões, coral, grupos de dança, teatro, musica);
· Leitura de livros, jornais e revistas;
· Síntese de filmes assistidos ou programas de televisão;
· Idas a cinema, teatro;
· Participação em associações comunitárias;
· Ida a cursos e palestras diversos;
· Realização de atividades propostas pelos professores (atividades de casa, pesquisas na comunidade, entrevistas);
· Passeios, saídas programadas a museus, parques etc.

Anotar as horas não presenciais (HNP) realizadas no caderno de estudante do aluno e em planilha própria a ser distribuída a todos os professores.

8- O processo de certificação consta das seguintes fases:

A. Solicitação do interessado;
B. Verificação de pelo menos 800 (oitocentas) horas-aula efetivamente trabalhadas em atividades do Núcleo, sendo 600 horas presenciais e 200 horas não presenciais;
C. Realização e apresentação de três pesquisas, sendo pelo menos duas em grupo; um relatório individual de aprendizagem e um relatório de auto-avaliação final, conforme modelo em prática;
D. Reunião e discussão do interessado no conselho de classe sobre sua solicitação, relatórios e pareceres descritivos;
E. Ratificação do aluno de seu interesse na certificação.

9- Planejamento semanal das atividades de uma turma

As atividades semanais de uma turma são planejadas coletivamente nos encontros pedagógicos diários e semanais que se realizam no Núcleo e repassadas aos alunos.
Os professores organizam seus horários e suas intervenções semanais de modo a atenderem a necessidade dos alunos e dos trabalhos em todas as turmas.
Todos os dias, você pode combinar com os professores atendimento especial para esclarecer suas dúvidas e ajudar em seus trabalhos.

2 comentários:

  1. em que horario fazer as reeuniõe de formação?

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de saber como receber livros didático para os alunos da EJA

    ResponderExcluir